O QUE É MAÇONARIA

"Sociedade fraterna e filantrópica, que tem por objetivo tornar feliz a humanidade pelo amor, pelo aperfeiçoamento dos costumes, pela tolerância, pela igualdade e pelo respeito á crença de cada um. É também um movimento filosófico educativo, filantrópico e progressista que adota a investigação da Verdade, em regime de plena liberdade. Ela é uma sociedade formada por livres pensadores, amantes da cultura moral e, intelectualmente, é este o seu papel principal.  E este caráter explica, em grande parte, o notável sucesso que conseguiu. Em resumo, a Maçonaria é uma escola de sabedoria." 

Um pouco mais sobre nós...

A Maçonaria é a maior e a mais antiga organização fraternal do planeta. Não se sabe exatamente como e quando começou. Para muitos estudiosos, a maçonaria se originou na Idade Média com as sociedades - também conhecidas como guildas - dos construtores das catedrais e castelos. Há evidências, segundo ainda alguns autores, de que a Maçonaria foi influenciada, em seus primórdios, pela Ordem dos Cavaleiros Templários, um grupo de monges cristãos guerreiros formado em 1118 para ajudar e proteger peregrinos em suas viagens à Terra Santa.

 

Há mais de quatrocentos anos reunindo homens de bem, de diferentes classes sociais, raças, posições políticas e credos, a maçonaria - também chamada Ordem Maçonica - é, antes de mais nada, uma fraternidade universal, devotada totalmente ao desenvolvimento humano e à prática do bem, herdeira de tradições diversas de mais de 3.000 anos.

 

A maçonaria não é uma religião, mas exige de seus membros a crença em Deus e numa vida futura após a morte. Aceita em seus quadros tão somente homens livres, de conduta ilibada, maiores de 21 anos, de qualquer religião, posição social, credo político ou raça.

 

Seu objetivo maior sempre lembrado é o desenvolvimento - em todas as suas esferas - do potencial humano de cada um dos seus membros e a constante melhoria da humanidade no seu todo. A maçonaria encoraja os seus membros, bem como seus familiares, a serem bons cidadãos e escolherem os seus meios próprios e legais de expressão política. A Ordem, todavia, não é uma organização política.

 

Em 1717 a maçonaria estabeleceu a organização formal que hoje se conhece, quando fundou em Londres a primeira Grande Loja, um corpo administrativo encarregado da maçonaria numa área geográfica bem definida. A Grande Loja é o orgão máximo da ordem numa dada região, encarregada da constituição e funcionamento das lojas maçônicas sediadas nessa mesma região.

 

A "Grande Loja Maçonica do Estado de São Paulo" é uma das Potências Maçonicas regulares sob a qual subordinam as mais de quinhetas lojas maçônicas distribuidas pelos municípios do Estado de São Paulo. De igual forma, outras Grandes Lojas existem em cada estado da federação, responsáveis pela maçonaria nas suas respectivas regiões, ou jurisdições.

 

A maçonaria é uma organização que exige dos seus membros a observância de rígidos principios éticos e morais, destcando-se a fraternidade entre os homens, a tolerância, o respeito às leis e às autoridades constituídas e a busca incessante da verdade.

 

Fonte: Texto do Folheto "A Maçonaria Universal" - GLESP - Grande Loja Maçonica do Estado de São Paulo

O QUE É UMA LOJA?

Para os maçons a palavra "Loja" significa um grupo de maçons, que regularmente se reúne em algum local para as sessões normais. A Loja é  a menor unidade orgânica da ordem Maçônica. Todo e qualquer maçom, no gozo de sua condição de regularidade, é necessariamente membro de uma Loja Maçônica. Esta, por sua vez, deve obediência a alguma Potência Maçônica, ou seja, é da jurisdição desta última.

 

O local onde os maçons se reuném é normalmente chamado "templo". Esta denominação está muito ligada aos símbolos empregados pela maçonaria para transmitir seus ensinos. Um desses símbolos é o Templo de Salomão, muito importante em todos os ensinos maçônicos. Os templos maçônicos consagram símbolos e conceitos arquitetônicos do Templo de Salomão em seu interior.

 

O termo "loja", para alguns resulta da transliteração do equivalente inglês "lodge" que significa local de encontro ou alojamento. Segundo essa interpretação, o termo vem da estrutura que os maçons da Idade Média constituíam junto às construções das catedrais para realizar suas reuniões e tempo de maior permanência.

 

Fonte: Texto do Folheto "A Maçonaria Universal" - GLESP - Grande Loja Maçonica do Estado de São Paulo

QUEM SÃO OS MAÇONS

Muitos homens de bem, de diferentes classes sociais, tem pertencido à maçonaria. Políticos, governantes, artistas, empresários, líderes religiosos, intelectuais, militares, educadores e benfeitores da humanidade são contados entre os maçons. Os EUA, a Inglaterra, Brasil, Canadá, Alemanha, Austrália e França estão entre as nações com maior número de maçons e lojas maçônicas. Os EUA contam atualmente com cerca de 2,7 milhões de maçons e 13 mil lojas. No Brasil, estima-se em 230 mil o número de maçons em todo território nacional. A Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, tem atualmente sob sua jurisdição mais de 600 lojas com um total de aproximadamente 21 mil maçons.  

 

Muitos homens ilustres, com relevantes serviços prestados à humanidade, seja no Brasil ou nos demais países, têm seus nomes vinculados à Ordem.

 

Nos EUA, a partir de George Washington, quinze presidentes, dezoito vice-presidentes e mais de 35 juízes da Suprema corte, foram ou são maçons. No Brasil, como em outras nações do continente sul-americano, vários líderes de movimentos de independência, de abolição do escravismo e de instalação e consolidação da república foram ou são maçons.

Alguns exemplos de maçons notáveis, no Brasil e no mundo:

Benjamin Franklin

Mal. Deodoro da Fonseca

Simon Bolivar

Henry Ford

José de San Martin

Wolfgang A. Mozart

José Bonifácio de Andrada

Norman Vicente Peale

Pe. Diogo Feijó

Louis Armstrong

A. Carlos Gomes

Castro Alves

Jan Sibelius

Giacomo Puccini

Gen. Lafayette

John Glenn

D. Pedro I

Jânio Quadros

Barão do Rio Branco

Franklin D. Roosevelt

Quintino Bocaiúva

Alexander Flemming

John Wayne

Gen.Douglas MacArthur

Giuseppe Garibaldi

Duque de Caxias

Hervê Cordovil

Duke Ellington

Rudyard Kipling

Edwin Aldrin

Prudente de Morais

Johann C.F.Schiller

Franz Josef Haydn

Johann F.W.on Goethe

John Phillip Souza

Harry s. Truman

Saldanha Marinho

Ystzhak Rabin

José do Patrocínio

Rei Houssein (Jordânia) 

Fonte: Texto do Folheto "A Maçonaria Universal" - GLESP - Grande Loja Maçonica do Estado de São Paulo

A MAÇONARIA É UMA ENTIDADE SECRETA?

Não, esta é uma noção equivocada a respeito da Ordem, difundida desde os primórdios de sua organização. A Maçonaria tem muito de suas realizações, feitos e locais de suas reuniões amplamente conhecidos. Muitos Maçons fazem questão de exibir os símbolos da Ordem em seus distintivos de lapela, anéis, chaveiros e outras joias, fazendo-se identificar publicamente com a Ordem. As Lojas, as Potências Maçônicas e Organizações para-maçônicas têm seus documentos legais registrados publicamente como qualquer outra pessoa jurídica o faz.

 

Muitos livros têm sido editados sobre a Maçonaria, revelando seus símbolos, rituais, filosofia, Constituições e regulamentos. Esses podem ser facilmente encontrados e consultados nas livrarias, na internet e nas centenas de bibliotecas públicas espalhadas pelo país.

 

A verdade é que os Maçons têm meios que são próprios de mútuo reconhecimento e realizam cerimônias privadas, que por óbvias razões não são acessíveis aos não Maçons.

 

Mas a Fraternidade Maçônica em si não pode ser considerada secreta. Seus Templos, seus ambientes internos são normalmente acessíveis ao público em geral. É comum as Lojas realizarem solenidades e festejos em seus Templos, abertos ao público não maçônico

Fonte: Texto do Folheto "A Maçonaria Universal" - GLESP - Grande Loja Maçonica do Estado de São Paulo

COMO PODEREIS SER MAÇOM?

Em principio qualquer homem de bem, livre, maior de 21 anos e não portador de defeito físico que impeça realizar as atividades da loja, poderá ser aceito maçom. Ninguém pode, entretanto solicitar diretamente sua admissão a uma loja maçônica. Um maçom, e somente este, é quem regularmente encaminha à sua loja o pedido de iniciação de um candidato.

 

Assim, se alguém deseja ser admitido na ordem maçônica, deve procurar um maçom e através deste solicitar o ingresso. Por meio deste procedimento, o interessado receberá todas as instruções necessárias ao encaminhamento do pedido formal de admissão. A Loja Maçônica do maçom que apresenta o candidato é a porta natural de ingresso do interessado na Ordem. O ato solene de admissão de um novo membro na maçonaria é feito através de um cerimonial tradicional e muito solene denominadoINICIAÇÃO. Ninguém é recebido na Ordem como maçom, senão pelo solene e tradicional cerimonial de INICIAÇÃO.

DEZ SEGREDOS REVELADOS

O primeiro segredo que é praticado na Maçonaria é a crença na existência de um ser superior, perfeito em seus atributos e que conduz a história da Humanidade para um propósito superior. Alguns o entendem como Deus e nós O identificamos como o Grande Arquiteto do Universo.

 

O segundo segredo é a certeza de que existe um trabalho de auto aperfeiçoamento moral, intelectual e existencial e que requer uma dedicação constante e diária em nos tornarmos pessoas melhores em nossos papéis de maridos, filhos, pais, irmãos e profissionais.

 

O terceiro segredo encerra a importância de se estudar com seriedade os ensinamentos deixados silenciosamente pelos nossos antepassados na construção da sociedade da qual nós fazemos parte.

 

O quarto segredo recomenda a devida humildade que deve ser a marca de quem é competente. Esclarecemos que humildade não é sinônimo de subserviência e tampouco de altivez. É o equilíbrio destes dois pólos.

 

O quinto segredo que é praticado pela Maçonaria está na fidelidade à ritualística que é praticada em suas reuniões conhecidas como Sessões ou Lojas. Não se buscam novidades no Ritual e sim novidades em nós próprios por meio da observação e do cumprimento exato da Cerimônia.

 

O sexto segredo revelado está em ensinar, orientar e conduzir os membros da Loja a vivenciarem e darem o testemunho do conceito de Irmandade não apenas dentro de Loja ou durante seus momentos recreativos chamados “copo d´água” mas principalmente além destas oportunidades.

 

O sétimo segredo que encerramos em nossas Lojas está na dedicação ao diálogo respeitoso e ao pensar com equilíbrio, maturidade e serenidade de espírito com todas as pessoas quer pertençam à Maçonaria ou não.

 

O oitavo segredo que permeia nossos trabalhos é o de que o maçom é pedreiro e o motivo dele ter sido chamado e contratado pelo Arquiteto é o de construir o grande edifício social deste mundo.

 

O nono segredo é também fascinante. Revela-nos a necessidade de amarmos nossa terra, nosso povo e a respeitar e apoiar as autoridades legítimas que o governam.

 

O décimo e último segredo está centrado no entusiasmo com que nos reunimos semanalmente para a realização desta grande empreitada à qual chamamos carinhosamente ARTE REAL.

A.·.R.·.L.·.S.·. ARTE REAL nº598

2020 - Todos os direitos reservados para Arte Real 598